A modernizaçãoda medicina portuense nos séculos XIX e XX

Compártelo:


Sinopsis

Em tempos de crise — se é que o natural correr dos tempos
não é ele próprio um continuum de «crises» — mas, sobretudo,
num tempo em que mudanças fundamentais, paradigmáticas, se afiguram necessárias ou mesmo imperiosas, é bom
olharmos para o passado. Particularmente para nós, médicos,
é importante percebermos de onde viemos, o que era a «arte
curativa» não há muitos anos em Portugal, o processo que
nos conduziu ao ponto em que nos encontramos hoje, para
melhor percebermos o que há a fazer para nos mantermos
num rumo sustentado de progresso e de melhoria da qualidade neste mistério que afinal não muda: «aliviar o homem
dos seus padecimentos».
In Prefácio de Miguel Guimarães
Presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos

Detalles del Libro


ISBN/13: 9789898574138

Num. Páginas: 144

Tamaño: 165 X 230 mm

Encuadernación: Tapa blanda con solapas

Año de publicación: 2021

Editorial: Cordão de Leitura, Unipessoal, Lda

Categoría: Historia de la medicina

António Coimbra (Autor)

Licenciado pela Faculdade de Medicina do Porto
em 1952, trabalhou com Corino de Andrade
no Hospital de Santo António de 1954 a 1960.
Convidado para leccionar nessa faculdade,
em 1954, por Hernâni Monteiro, torna-se
assistente de Histologia e Embriologia em 1955
(o professor era, à altura, Manuel da Silva Pinto).
Doutorado em 1962 com a tese A célula nervosa
– aspectos citoquímicos.
Bolseiro da Gulbenkian, de 1963 a 1965,
em Montreal, onde trabalhou com C. P. Leblond
na síntese do glicogénio no fígado e músculo.
Em 1971 passou a trabalhar em tempo exclusivo
como professor catedrático de Histologia, embora
já fosse especialista em Neurologia pela Ordem
desde 1959.
Identifi cou, pela primeira vez, os aferentes
dolorosos à medula espinal e formou um grupo
de investigação em Neurociências sobre as vias
de condução da dor, com o qual, até à jubilação,
em 1998, publicou numerosos trabalhos
e orientou muitas teses de doutoramento.
Com Corino de Andrade, publicou no «Brain»
os primeiros estudos sobre a ultra estrutura
do nervo periférico na paramiloidose.
Foi presidente do conselho directivo da mesma
faculdade no difícil período de normalização
pós-revolucionária de 1976-1977.
Depois da aposentação, realizou vários trabalhos
sobre a carreira científi ca de Abel Salazar
e a história da medicina no Porto

Menciones en prensa y otros enlaces:

No existen menciones para este libro


EBOOKS:

No tiene links de compra de Ebook