Clepsidra

Compártelo:


Sinopsis

Os poemas de Camilo Pessanha não tratam de amor, esperança, desilusão, dor ou desejo… Nele todos estes grandes sentimentos românticos ficam descontinuados, levando-o à desistência de um a um pois a sua consumação conduzi-lo-ia ao caminho do tédio. Os seus poemas contam-nos a desagregação agoniante do que os dias nos trazem e depois levam, numa angústia sem cor e sem cheiro, suportando na alma a dor de existir.
Poeta a quem se deve o melhor conjunto de poemas simbolistas portugueses e que exerceram uma profunda influência na Geração de Orpheu. É com uma nova tonalidade de afinação poética que se impõe na poesia portuguesa e que corresponde a também uma nova gama de sentimentos.

Detalles del Libro


ISBN/13: 9789898574572

Num. Páginas: 66

Tamaño: 148 X 210 mm

Encuadernación: Tapa blanda con solapas

Año de publicación: 2021

Editorial: Cordão de Leitura, Unipessoal, Lda

Categoría: Poesía de poetas individuales

Camilo Pessanha (Autor)

Nascido em 1867, em Coimbra, fruto de amores ilegítimos de um estudante de Direito com uma rapariga do povo. Em 1981 formou-se em Direito e em 1894 partiu para Macau onde, depois de ser professor, acabou por ser nomeado, em 1900, para o lugar de Conservador do Registo Predial em Macau. Teve uma existência de boémio repartida por vários vícios, entre eles, crê-se, o ópio. Acabou por falecer em 1926, tão frágil era a sua saúde.

Menciones en prensa y otros enlaces:

No existen menciones para este libro


EBOOKS:

No tiene links de compra de Ebook