FUI COMO ERVAS

Compártelo:


Sinopsis

As páginas seguintes reúnem memórias e emoções da minha vida entre 10 de Dezembro de 1976 e algum tempo depois de 24 de Julho de 1991.

São pouco mais de 14 anos de vida? Exactamente os mesmos que tinha quando escrevi o primeiro verso. Só agora me apercebo desta matemática de vida, eu que gosto tanto de ciclos que se fecham, de linhas que se encontram e de simetrias que se eternizam.

Em 2009, dezoito anos depois, decidi trazer à luz estas recordações. Desta vez a matemática não se cumpriu mas senti que tinha que fechar um ciclo.

Todas estas memórias celebram o Amor: o Amor Romântico, o Amor Amizade, o Amor à Família, o Amor a dois, o Amor ao Semelhante, o Amor a Deus.

E se aos 14 anos despertei para o amor romântico, aos 28 perdi o Amor da minha vida quando a minha alma gémea subiu ao céu, não sem antes ter mergulhado nas profundezas do oceano Atlântico sem me ter permitido dizer-lhe o último adeus.

Hoje celebro outros Amores. O ciclo é outro.

Esta obra está enriquecida com as surpreendentes ilustrações de João Lamego. As várias décadas de vida que nos separam são uma extraordinária ponte entre as vivências de uma jovem do século XX e a leitura que delas faz um outro jovem já no século XXI.

(18 de Outubro de 2016)

Detalles del Libro


ISBN/13: 9789897367281

Num. Páginas: 104

Tamaño: 150 X 220 mm

Año de publicación: 2017

Editorial: Edições Vieira da Silva

Categoría: POESÍA

Cecília Azevedo (Autor)

Menciones en prensa y otros enlaces:

No existen menciones para este libro


EBOOKS: