O RUBRO PERFUME DAS ACÁCIAS

Compártelo:


Sinopsis

Romance de iniciação, pois. Romance-manifesto, também, contra o celibato funcional imposto aos padres pela disciplina eclesiástica. Obrigado a escolher, Nuno sabe que seguir um caminho na vida significa renunciar a muitos outros caminhos elegíveis. “Serei eu a decidir”, disse, e por fim, com mágoa, decidiu abandonar o seminário, disposto a descobrir outros mundos onde a aventura de viver pudesse ter sentido.
Este olhar retrospectivo sobre os anos de 1960 e de começos de 1970, vividos no sul de Moçambique por um seminarista dividido entre dois amores, não é só uma história de contornos dramáticos. É igualmente uma criação literária exemplar que merece ser lida. Servida por uma arte de escrever e de conversar, ágil e sóbria, a história vai sendo contada em prosa elegante, precisa, transparente, muitas vezes poética. E a convidar-nos a entrar nela, oferece-nos as fragrâncias da perfumada hipálage que lhe serve de título.

Luís Machado de Abreu


Nuno é um seminarista sinceramente convicto da sua vocação para o sacerdócio. No decurso de umas férias apaixona-se por Guiomar, uma moça alegre, sensual e algo volúvel. A partir daqui, a vida de Nuno transforma-se num drama íntimo que lhe vai sugando as energias psíquicas e provoca angústias e desequilíbrios emocionais que acabam por levar a comportamentos de revolta, à contestação dos princípios religiosos que são a base da sua educação, à demanda obsessiva de realização amorosa e sexual e, finalmente, ao abandono do seminário.
A história passa-se no final da década de 60 e início da década de 70 do séc. XX, no sul de Moçambique, num triângulo geográfico-social constituído pelo Colonato do Limpopo, espaço rural de gente simples e laboriosa, a vila da Namaacha, aprazível estância dos Montes Libombos onde se situa um centro de devoção mariana, e Lourenço Marques, a bela e cosmopolita capital de Moçambique. Como pano de fundo, as transformações sociais, políticas e religiosas em curso nessa época.
Como temática fundamental, o romance aborda a questão do celibato dos padres católicos e as consequências psicológicas e comportamentais da sua imposição. Paralelamente, são abordadas questões relacionadas com os dogmas fundamentais do catolicismo e o problema da exclusão das mulheres do sacerdócio.


Detalles del Libro


ISBN/13: 9789897791567

Num. Páginas: 436

Tamaño: 150 X 220 mm

Año de publicación: 2019

Editorial: Edições Vieira da Silva

Categoría: FICCIÓN MODERNA Y CONTEMPORÁNEA

Manuel dos Santos Rodrigues (Autor)

Menciones en prensa y otros enlaces:

No existen menciones para este libro


EBOOKS: